Atividade: Momentos no Plano

Nesta atividade, nós vamos praticar a encontrar o momento de uma força atuando em um corpo sobre um ponto fixo no espaço 2D.

Q1:

Se uma força, que tem de intensidade 498 N, está 8 cm afastada do ponto 𝐴 , determine a norma do momento da força no ponto 𝐴 , apresentando a resposta em N m .

Q2:

Sendo 𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 um quadrado com lado de comprimento 7 cm e forças atuam nele como se mostra na figura, calcule a soma algébrica dos momentos no vértice 𝐵 .

Q3:

Na figura, determine a soma dos momentos das forças 13 N, 18 N e 7 N em 𝑂 , arredondando a resposta a duas casas decimais.

Q4:

Determine o momento da força com magnitude de 11 N sobre o ponto 𝑂 . Dê sua resposta em N m .

Q5:

Na figura apresentada, determine o momento no ponto 𝑂 , sabendo que a força 11 é medida em newtons.

Q6:

Na figura dada, encontre a magnitude da soma dos momentos sobre 𝑂 das forças cujas magnitudes são 5 N e 18 N.

  • A 110 N⋅m
  • B 315 N⋅m
  • C 265 N⋅m
  • D 160 N⋅m

Q7:

Duas forças 𝐹 e 𝐹 atuam nos pontos 𝐴 ( 4 , 1 ) e 𝐵 ( 3 , 1 ) , respetivamente, em que 𝐹 = 3 𝚤 𝚥 e 𝐹 = 𝑚 𝚤 + 2 𝚥 . Se a soma dos momentos das forças em torno da origem é zero, determine o valor de 𝑚 .

Q8:

Se a força 𝐹 está agindo no ponto 𝐴 ( 5 , 0 ) , onde o momento de 𝐹 sobre cada um dos dois pontos 𝐵 ( 1 , 6 ) e 𝐶 ( 1 , 9 ) é 2 8 𝑘 , encontre 𝐹 .

  • A 𝚤 + 2 𝚥
  • B 𝚤 𝚥
  • C 𝚤
  • D 7 𝚥

Q9:

Se a força 𝐹 = 5 𝚤 + 𝑚 𝚥 atua num ponto 𝐴 ( 7 , 3 ) , determine o momento de 𝐹 no ponto 𝐵 ( 7 , 2 ) .

  • A 2 5 𝑘
  • B 7 0 𝑘
  • C 7 0 𝑘
  • D 2 5 𝑘

Q10:

O ponto final 𝐴 de 𝐴 𝐵 está em ( 6 , 7 ) e 𝐴 𝐵 tem o ponto médio 𝐷 ( 7 , 1 ) . Se a linha de ação da força 𝐹 = 2 𝚤 6 𝚥 bisseta 𝐴 𝐵 , determine o momento de 𝐹 em relação ao ponto 𝐵 .

Q11:

𝐴 𝐵 𝐶 é um triângulo isósceles em que ̂ 𝐵 = 1 2 0 e 𝐴 𝐶 = 1 2 0 3 c m . Forças de 20, 17, e 1 4 3 newtons estão agindo em 𝐴 𝐶 , 𝐶 𝐵 , e 𝐴 𝐵 , respectivamente. Encontre a soma dos momentos das forças sobre o ponto médio de 𝐵 𝐶 , Dado que a direção positiva é 𝐶 𝐵 𝐴 .

Q12:

Três forças, medidas em newtons, atuam ao longo das arestas de um triângulo equilátero 𝐴 𝐵 𝐶 como se mostra na figura. Sabendo que o triângulo tem aresta de medida 7 cm, determine a soma algébrica dos momentos das forças em torno do ponto médio de 𝐴 𝐵 , arredondando a duas casas decimais.

Q13:

𝐴 𝐵 𝐶 é um triângulo equilátero que tem de lado 4 cm. Sabendo que forças de intensidades 150 N, 400 N e 50 N atuam como se mostra na figura, determine a soma dos momentos destas três forças no ponto de interseção das medianas do triângulo, arredondando a duas casas decimais.

Q14:

𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um losango com um comprimento lateral de 2 cm no qual 𝐴 ̂ 𝐵 𝐶 = 6 0 . Forças de magnitudes 2 N, 6 N, 2 N, 𝐹 N, e 4 N estão agindo junto de 𝐵 𝐴 , 𝐶 𝐵 , 𝐶 𝐷 , 𝐴 𝐷 , e 𝐴 𝐶 , respectivamente. Se a soma dos momentos dessas forças sobre 𝐷 é igual à soma dos momentos das forças sobre o ponto de intersecção das duas diagonais do losango, encontre 𝐹 .

Q15:

𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um retângulo, onde 𝐴 𝐵 = 6 c m e 𝐵 𝐶 = 8 c m , e forças de magnitudes 24, 30, 8, e 30 newtons estão agindo junto de 𝐵 𝐴 , 𝐵 𝐶 , 𝐶 𝐷 , e 𝐶 𝐴 , respectivamente. Se o ponto 𝐸 𝐵 𝐶 , onde a soma dos momentos das forças sobre 𝐸 é 53 N⋅cm na direção de 𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 , determine o comprimento de 𝐵 𝐸 .

Q16:

𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um retângulo, em que 𝑀 é o ponto médio de 𝐵 𝐶 , 𝐴 𝐵 = 1 6 c m e 𝐵 𝐶 = 1 2 c m . Forças de intensidades 10, 20 e 12 newtons atuam em 𝐷 𝐴 , 𝐴 𝐶 e 𝐶 𝐷 , respetivamente, e uma força de intensidade 8 2 N atua num ponto 𝑀 . Se a soma algébrica dos momentos das forças em 𝐵 é 160 N⋅cm, determine o ângulo entre a força de intensidade 8 2 N e 𝐵 𝐶 .

  • A 6 0
  • B 3 0
  • C 9 0
  • D 4 5

Q17:

A força 𝐹 = 3 𝚤 + 𝑚 𝚥 atua no ponto 𝐴 ( 5 , 4 ) , paralela a 𝐵 𝐷 , em que as coordenadas dos pontos 𝐵 e 𝐷 são ( 5 , 6 ) e ( 9 , 3 ) , respetivamente. Determine a distância entre o ponto 𝐵 e a linha de ação de 𝐹 .

Q18:

A força 𝐹 está agindo no ponto 𝐴 ( 4 , 7 ) , onde o momento sobre o ponto 𝐵 ( 2 , 1 ) é 8 unidades de momento (tomando a direção anti-horária como positiva), e seu momento sobre o ponto 𝐶 ( 3 , 3 ) é igual a zero. Determine a magnitude de 𝐹 .

  • A 2 2 unidades de força
  • B 4 1 7 unidades de força
  • C 1 7 unidades de força
  • D 2 1 4 9 unidades de força

Q19:

A força 𝐹 = 4 𝚤 + 1 2 𝚥 N atua num ponto 𝐴 ( 4 , 1 ) m . Calcule o momento, 𝑀 , desta força em torno da origem e o comprimento perpendicular 𝐿 da sua linha de ação à origem.

  • A 𝑀 = 4 4 𝑘 N⋅m, 𝐿 = 1 1 4 m
  • B 𝑀 = 2 8 𝑘 N⋅m, 𝐿 = 7 1 0 1 0 m
  • C 𝑀 = 2 8 𝑘 N⋅m, 𝐿 = 7 4 m
  • D 𝑀 = 4 4 𝑘 N⋅m, 𝐿 = 1 1 1 0 1 0 m
  • E 𝑀 = 5 2 𝑘 N⋅m, 𝐿 = 1 3 1 0 1 0 m

Q20:

A força 𝐹 atua no plano do triângulo 𝐴 𝐵 𝐶 tal que 𝐴 ( 3 , 1 ) , 𝐵 ( 6 , 6 ) e 𝐶 ( 7 , 2 ) . Se 𝑀 = 𝑀 = 3 4 𝑘 e 𝑀 = 3 4 𝑘 , determine a intensidade de 𝐹 .

  • A 7 unidades de força
  • B 3 0 unidades de força
  • C 2 1 5 8 unidades de força
  • D 4 3 4 unidades de força

Q21:

Dado que a força 𝐹 = 4 𝚤 3 𝚥 age através do ponto 𝐴 ( 3 , 6 ) , determine o momento 𝑀 sobre a origem 𝑂 da força 𝐹 . Além disso, calcule a distância perpendicular 𝐿 entre 𝑂 e a linha de ação da força.

  • A 𝑀 = 3 𝑘 , 𝐿 = 6 , 6 unidades de comprimento
  • B 𝑀 = 1 5 𝑘 , 𝐿 = 3 unidades de comprimento
  • C 𝑀 = 1 5 𝑘 , 𝐿 = 3 unidades de comprimento
  • D 𝑀 = 3 3 𝑘 , 𝐿 = 6 , 6 unidades de comprimento

Q22:

Uma força 𝐹 no plano 𝑥 𝑦 está agindo em 𝐴 𝑂 𝐵 . Se a medida algébrica do momento de 𝐹 no ponto 𝑂 é igual a 63 N⋅m, que no ponto 𝐴 é igual a 1 1 9 N⋅m, e que no ponto 𝐵 é igual a zero, determine 𝐹 .

  • A 7 𝚤 + 2 6 𝚥 N
  • B 7 𝚤 2 6 𝚥 N
  • C 2 6 𝚤 7 𝚥 N
  • D 2 6 𝚤 + 7 𝚥 N

Q23:

𝐴 𝐵 𝐶 é um triângulo retângulo onde ̂ 𝐵 = 9 0 , 𝐴 𝐵 = 2 0 c m e 𝐴 𝐶 = 2 5 c m . 𝐷 [ 𝐴 𝐶 ] , onde 𝐴 𝐷 = 4 c m . Desenhando [ 𝐷 𝐸 ] [ 𝐴 𝐶 ] para encontrar [ 𝐴 𝐵 ] em 𝐸 . Dado que as forças de magnitudes 2, 15, 13, e 9 newtons estão agindo ao longo de ̇ 𝐴 𝐵 , ̇ 𝐵 𝐶 , ̇ 𝐴 𝐶 , e ̇ 𝐷 𝐸 respectivamente, encontre a magnitude da soma dos momentos das forças sobre 𝐵 .

Q24:

Um disco circular leve tem centro 𝑀 e diâmetro [ 𝐴 𝐶 ] de 50 cm. Duas cordas, [ 𝐴 𝐵 ] e [ 𝐴 𝐷 ] , estão no disco em lados diferentes de [ 𝐴 𝐶 ] com comprimentos de 30 cm e 40 cm, respetivamente. Duas forças de intensidades 10 e 7 newtons atuam em ̇ 𝐴 𝐵 e ̇ 𝐴 𝐷 , respetivamente. Se um eixo perpendicular está fixo e passa pelo ponto 𝐶 , determine a soma dos momentos neste ponto sabendo que 𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é o sentido positivo da rotação.

Q25:

𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um quadrado de comprimento lateral 28 cm, onde forças de magnitudes 6, 4, 𝐾 , 8, 1 0 2 , e 8 2 newtons estão agindo ao longo de ̇ 𝐴 𝐵 , ̇ 𝐶 𝐵 , ̇ 𝐶 𝐷 , ̇ 𝐴 𝐷 , ̇ 𝐴 𝐶 , e ̇ 𝐷 𝐵 respectivamente. Determine o valor de 𝐾 , dado que a soma dos momentos sobre 𝐵 é igual a sobre 𝐶 .

A Nagwa usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais sobre nossa Política de privacidade.