Atividade: Resultante de Forças Paralelas

Nesta atividade, nós vamos praticar a calcular a resultante de um sistema de forças complanares paralelas e como localizar os seus pontos de ação.

Q1:

Duas forças paralelas 𝐹 e 𝐹 estão agindo em dois pontos 𝐴 e 𝐵 respectivamente numa direção perpendicular 𝐴 𝐵 , onde 𝐴 𝐵 = 1 0 c m . Sua resultante 𝑅 = 2 0 𝚤 1 6 𝚥 está agindo no ponto 𝐶 que pertence a 𝐴 𝐵 . Dado que 𝐹 = 3 0 𝚤 2 4 𝚥 , determine 𝐹 e o comprimento de 𝐵 𝐶 .

  • A 𝐹 = 5 0 𝚤 4 0 𝚥 , 𝐵 𝐶 = 2 5 c m
  • B 𝐹 = 1 0 𝚤 + 8 𝚥 , 𝐵 𝐶 = 1 5 c m
  • C 𝐹 = 5 0 𝚤 4 0 𝚥 , 𝐵 𝐶 = 1 5 c m
  • D 𝐹 = 1 0 𝚤 + 8 𝚥 , 𝐵 𝐶 = 5 c m

Q2:

Os pontos 𝐴 , 𝐵 , 𝐶 , 𝐷 e 𝐸 pertencem à mesma reta, em que 2 𝐴 𝐵 = 𝐵 𝐶 = 3 𝐶 𝐷 = 6 𝐷 𝐸 = 6 c m . Quatro forças paralelas de intensidades 14, 19, 𝐹 e 20 newtons atuam em 𝐴 , 𝐶 , 𝐷 e 𝐸 , respetivamente. Se a sua resultante passar pelo ponto 𝐵 , calcule a intensidade da força 𝐹 , apresentando a resposta em newtons.

  • A 𝐹 = 2 6 N
  • B 𝐹 = 1 3 , 5 N
  • C 𝐹 = 3 N
  • D 𝐹 = 1 3 , 5 N
  • E 𝐹 = 3 N

Q3:

Pontos 𝐴 , 𝐵 , 𝐶 , 𝐷 , e 𝐸 coincidem na mesma reta, de modo que 𝐴 𝐵 = 8 c m , 𝐵 𝐶 = 1 8 c m , 𝐶 𝐷 = 1 2 c m , e 𝐷 𝐸 = 1 1 c m . Cinco forças de magnitudes 40, 25, 20, 45, e 50 newtons estão agindo como mostrado na figura. Determinar sua resultante 𝑅 e a distância 𝑥 entre sua reta de ação e ponto 𝐴 .

  • A 𝑅 = 5 0 N , 𝑥 = 1 1 5 c m
  • B 𝑅 = 5 0 N , 𝑥 = 8 , 4 c m
  • C 𝑅 = 1 8 0 N , 𝑥 = 8 , 4 c m
  • D 𝑅 = 5 0 N , 𝑥 = 8 , 4 c m

Q4:

Três forças paralelas coplanares com magnitudes de 6, 8, e 𝐹 newtons estão agindo em pontos colineares 𝐴 , 𝐵 , e 𝐶 respectivamente. 𝐴 𝐵 = 1 0 c m , e 𝐶 não está entre 𝐴 e 𝐵 . As duas primeiras forças estão agindo em direções opostas, e a resultante das três forças tem uma magnitude de 6 N, atuando na direção da segunda força, com sua linha de ação se cruzando em 𝐴 𝐵 no ponto 𝐷 , onde 𝐴 𝐷 = 6 0 c m . Encontre a magnitude de 𝐹 e o comprimento de 𝐵 𝐶 .

  • A 𝐹 = 4 N , 𝐵 𝐶 = 5 0 c m
  • B 𝐹 = 8 N , 𝐵 𝐶 = 4 5 c m
  • C 𝐹 = 8 N , 𝐵 𝐶 = 5 5 c m
  • D 𝐹 = 4 N , 𝐵 𝐶 = 4 0 c m

Q5:

𝐴 , 𝐵 e 𝐶 são três pontos num reta, em que 𝐴 𝐵 = 6 m , 𝐴 𝐶 = 9 m e 𝐵 𝐴 𝐶 . Forças de intensidades 2 N e 2 N atuam verticalmente para baixo nos dois pontos 𝐴 e 𝐶 , respetivamente, e uma força de intensidade 7 N atua verticalmente para cima no ponto 𝐵 . Determine a intensidade e o sentido da resultante 𝑅 e a distância 𝑥 do seu ponto de ação ao ponto 𝐴 .

  • A 𝑅 = 7 N , para cima, 𝑥 = 6 , 8 6 m
  • B 𝑅 = 7 N , para baixo, 𝑥 = 9 , 8 6 m
  • C 𝑅 = 3 N , para baixo, 𝑥 = 2 m
  • D 𝑅 = 3 N , para cima, 𝑥 = 8 m

Q6:

𝐴 , 𝐵 , 𝐶 , 𝐷 , e 𝐸 são cinco pontos na mesma reta, onde 𝐴 𝐵 = 2 0 c m , 𝐵 𝐶 = 6 c m , 𝐶 𝐷 = 8 c m , e 𝐷 𝐸 = 5 c m . Forças de magnitudes 4, 𝐹 , e 10 newtons estão agindo verticalmente para baixo nos pontos 𝐴 , 𝐶 , e 𝐸 respectivamente, e forças de magnitudes 7 e 𝐾 newtons estão agindo verticalmente para cima em 𝐵 e 𝐷 respectivamente. Dado que a resultante das forças é 3 N, e está agindo verticalmente para baixo no ponto 𝑁 , onde 𝑁 𝐴 𝐸 e 𝐴 𝑁 = 1 4 c m , determine os valores de 𝐹 e 𝐾 .

  • A 𝐹 = 2 3 N , 𝐾 = 2 7 N
  • B 𝐹 = 2 9 N , 𝐾 = 2 5 N
  • C 𝐹 = 6 N , 𝐾 = 4 N
  • D 𝐹 = 9 N , 𝐾 = 1 3 N

Q7:

Quatro forças paralelas de intensidades 6, 3, 8 e 2 kgf atuam perpendicularmente no mesmo sentido nos pontos 𝐴 , 𝐵 , 𝐶 e 𝐷 respetivamente. Sabendo que os quatro pontos estão na mesma reta, em que 𝐴 𝐵 = 𝐵 𝐶 = 8 9 c m e 𝐶 𝐷 = 1 0 7 c m , determine a intensidade e o sentido da força resultante e a distância 𝑥 entre o ponto de ação da resultante das forças a reta e 𝐴 .

  • A 𝑅 = 1 3 k g f , no mesmo sentido das forças, 𝑥 = 8 9 c m
  • B 𝑅 = 1 9 k g f , no sentido oposto das forças, 𝑥 = 1 1 9 c m
  • C 𝑅 = 1 3 k g f , no sentido oposto das forças, 𝑥 = 8 9 c m
  • D 𝑅 = 1 9 k g f , no mesmo sentido das forças, 𝑥 = 1 1 9 c m
  • E 𝑅 = 1 9 k g f , no mesmo sentido das forças, 𝑥 = 8 9 c m

Q8:

Forças paralelas 𝐹 1 , 𝐹 2 , 𝐹 3 e 𝐹 4 atuam nos pontos 𝐴 ( 1 0 ; 4 ) , 𝐵 ( 9 ; 4 ) , 𝐶 ( 7 ; 7 ) e 𝐷 ( 3 ; 1 ) , respetivamente, em que as forças estão em equilíbrio. Sabendo que 𝐹 = 3 𝚤 + 𝚥 1 e | | 𝐹 | | = 2 1 0 2 N, e que atuam no sentido oposto a 𝐹 1 , determine 𝐹 2 , 𝐹 3 e 𝐹 4 .

  • A 𝐹 = 3 𝚤 𝚥 2 , 𝐹 = 6 𝚤 2 𝚥 3 , 𝐹 = 6 𝚤 + 2 𝚥 4
  • B 𝐹 = 6 𝚤 2 𝚥 2 , 𝐹 = 3 𝚤 𝚥 3 , 𝐹 = 6 𝚤 2 𝚥 4
  • C 𝐹 = 6 𝚤 + 2 𝚥 2 , 𝐹 = 3 𝚤 𝚥 3 , 𝐹 = 6 𝚤 2 𝚥 4
  • D 𝐹 = 6 𝚤 2 𝚥 2 , 𝐹 = 3 𝚤 𝚥 3 , 𝐹 = 6 𝚤 + 2 𝚥 4

Q9:

Uma haste uniforme 𝐴 𝐵 tendo um peso de 64 N e um comprimento de 168 cm está repousando horizontalmente em dois suportes idênticos em suas extremidades. Um peso de magnitude 56 N está suspenso em um ponto na haste que está 𝑥 cm de distância de 𝐴 . Se a magnitude da reação em 𝐴 é o dobro que a em 𝐵 , determine o valor de 𝑥 .

Q10:

Uma haste uniforme com peso de 35 N está repousando horizontalmente em dois suportes 𝐴 e 𝐵 nas extremidades, onde a distância entre os suportes é 48 cm. Se um peso de magnitude 24 N está suspenso em um ponto que está 38 cm longe de 𝐴 , determine as reações dos dois suportes 𝑅 e 𝑅 .

  • A 𝑅 = 1 7 , 5 N , 𝑅 = 4 1 , 5 N
  • B 𝑅 = 3 6 , 5 N , 𝑅 = 2 2 , 5 N
  • C 𝑅 = 4 1 , 5 N , 𝑅 = 1 7 , 5 N
  • D 𝑅 = 2 2 , 5 N , 𝑅 = 3 6 , 5 N

Q11:

Uma haste não uniforme 𝐴 𝐵 tendo um peso de 40 N e um comprimento de 80 cm está suspensa verticalmente a partir de seu ponto médio por uma corda leve, e se torna em equilíbrio em uma posição horizontal quando um peso de magnitude 29 N está suspenso do seu final 𝐴 . Determine a distância 𝑥 entre o ponto em que o peso da haste está agindo e no final 𝐴 . Depois de remover o peso em 𝐴 , determine a magnitude da força vertical que seria necessária para manter a haste em equilíbrio em uma posição horizontal quando ela age no final 𝐵 .

  • A 𝑥 = 1 1 c m , 𝐹 = 2 9 N
  • B 𝑥 = 1 1 c m , 𝐹 = 1 1 N
  • C 𝑥 = 2 9 c m , 𝐹 = 1 1 N
  • D 𝑥 = 6 9 c m , 𝐹 = 2 9 N

Q12:

Uma viga uniforme 𝐴 𝐵 que tem um comprimento de 1,3 m e que pesa 147 N está em repouso numa posição horizontal sobre dois suportes, no qual o suporte 𝐶 está na extremidade 𝐴 e 𝐷 está a uma distância 𝑥 da extremidade 𝐵 . Determine a reação do suporte 𝑅 e a distância 𝑥 , sabendo que 𝑅 = 2 5 𝑅 .

  • A 𝑅 = 4 2 N , 𝑥 = 9 1 c m
  • B 𝑅 = 1 0 5 N , 𝑥 = 3 9 c m
  • C 𝑅 = 1 0 5 N , 𝑥 = 9 1 c m
  • D 𝑅 = 4 2 N , 𝑥 = 3 9 c m

Q13:

𝐴 𝐵 é uma haste uniforme com um comprimento de 111 cm e pesando 78 N. A haste é suspensa horizontalmente de suas extremidades 𝐴 e 𝐵 por duas cordas verticais. Dado que um peso de 111 N está suspenso 𝑥 cm distante do final 𝐴 de modo que a tensão em 𝐴 é o dobro da de 𝐵 , determine a tensão em 𝐵 e o valor de 𝑥 .

  • A 𝑇 = 6 3 N , 𝑥 = 8 7 c m
  • B 𝑇 = 1 2 6 N , 𝑥 = 2 4 c m
  • C 𝑇 = 1 2 6 N , 𝑥 = 8 7 c m
  • D 𝑇 = 6 3 N , 𝑥 = 2 4 c m

Q14:

𝐴 𝐵 é uma haste uniforme com um comprimento de 78 cm e peso 155 N. A haste está repousando horizontalmente em dois suportes, 𝐴 e 𝐶 , onde 𝐶 está a 13 cm longe de 𝐵 . Determinar o peso mínimo 𝑤 a ser suspenso em 𝐵 de modo que não haja pressão em 𝐴 , e descubra a pressão sobre 𝐶 naquele instante.

  • A 𝑤 = 7 7 , 5 N , 𝑃 = 2 3 2 , 5 N
  • B 𝑤 = 3 1 0 N , 𝑃 = 1 5 5 N
  • C 𝑤 = 7 7 , 5 N , 𝑃 = 7 7 , 5 N
  • D 𝑤 = 3 1 0 N , 𝑃 = 4 6 5 N

Q15:

𝐴 𝐵 é uma haste uniforme com comprimento 48 cm e peso 20 kgf. Ela repousa em uma posição horizontal em dois suportes, 𝐶 e 𝐷 , que estão 6 cm e 12 cm longe de 𝐴 e 𝐵 , respectivamente. Um peso de magnitude 26 kgf está suspenso da haste em um ponto 12 cm longe de 𝐴 . Outro peso de 16 kgf está suspenso da haste, 18 cm longe de 𝐵 . Calcule o tamanho das forças de reação, 𝑅 e 𝑅 , em 𝐶 e 𝐷 respectivamente.

  • A 𝑅 = 2 8 k g f , 𝑅 = 3 4 k g f
  • B 𝑅 = 7 2 k g f , 𝑅 = 3 0 k g f
  • C 𝑅 = 9 6 k g f , 𝑅 = 3 4 k g f
  • D 𝑅 = 3 2 k g f , 𝑅 = 3 0 k g f

Q16:

Uma viga uniforme 𝐴 𝐵 tem um peso de 30 N e um comprimento de 190 cm está em repouso horizontalmente em dois suportes 𝐶 e 𝐷 , tais que 𝐶 está próximo de 𝐵 e 𝐷 está próximo de 𝐴 . Se a pressão em 𝐶 é o dobro da pressão em 𝐷 , em que a distância entre eles é 66 cm, determine os comprimentos de 𝐶 𝐵 e 𝐴 𝐷 .

  • A 𝐶 𝐵 = 7 3 c m , 𝐴 𝐷 = 7 c m
  • B 𝐶 𝐵 = 1 1 7 c m , 𝐴 𝐷 = 5 1 c m
  • C 𝐶 𝐵 = 2 2 c m , 𝐴 𝐷 = 4 4 c m
  • D 𝐶 𝐵 = 7 3 c m , 𝐴 𝐷 = 5 1 c m

Q17:

Uma haste uniforme com comprimento de 114 cm e um peso de 66 N é suspenso horizontalmente por meio de duas cordas verticais em suas extremidades. A maior tensão que cada corda pode suportar é 87 N. Se um peso de 76 N deve ser preso à haste, encontre a distância mínima no qual ele pode ser pendurado longe da corda que tem a tensão máxima.

Q18:

O comprimento de uma viga 𝐴 𝐵 é 111 cm, e seu peso é 95 N, que está agindo em seu ponto médio. A viga está apoiada horizontalmente em dois suportes, onde um deles está na extremidade 𝐴 , e o outro está no ponto 𝐶 que está 30 cm longe de 𝐵 . Um peso de 71 N é suspenso da viga em um ponto que está 9 cm longe de 𝐵 . Encontre a magnitude do peso 𝑤 que deve ser suspenso na extremidade 𝐵 de modo que a viga está prestes a girar, e determine o valor da pressão 𝑃 exercida em 𝐶 nessa situação.

  • A 𝑤 = 2 0 6 , 8 N , 𝑃 = 3 7 2 , 8 N
  • B 𝑤 = 1 3 0 , 4 5 N , 𝑃 = 2 9 6 , 4 5 N
  • C 𝑤 = 1 4 6 , 4 5 N , 𝑃 = 3 1 2 , 4 5 N
  • D 𝑤 = 3 1 , 0 5 N , 𝑃 = 1 9 7 , 0 5 N

Q19:

𝐴 𝐵 é uma viga uniforme de comprimento 76 cm e peso 69 N. É suspensa horizontalmente por duas cordas verticais de suas duas extremidades 𝐴 e 𝐵 . Determine a distância de 𝐴 em cm que um peso de 75 N deve ser suspenso para a magnitude da tensão em 𝐴 ser duas vezes a sua magnitude em 𝐵 .

  • A 83,6 cm de 𝐴
  • B 62,32 cm de 𝐴
  • C 14,87 cm de 𝐴
  • D 13,68 cm de 𝐴

Q20:

𝐴 𝐵 é uma viga que tem de comprimento 120 cm e peso 12 N, que atua num ponto a 15 cm de distância de 𝐴 . Sabendo que a viga está em repouso num apoio no seu ponto médio, determine a reação do suporte 𝑅 e determine o peso 𝑊 que deverá estar pendurado na extremidade 𝐵 para colocar a viga em equilíbrio numa posição horizontal.

  • A 𝑊 = 2 1 N , 𝑅 = 3 3 N
  • B 𝑊 = 1 5 N , 𝑅 = 2 7 N
  • C 𝑊 = 1 6 N , 𝑅 = 2 8 N
  • D 𝑊 = 9 N , 𝑅 = 2 1 N

Q21:

Renata deita em uma prancha de madeira uniforme horizontal de comprimento 2,6 m e peso 16 kgf que foi fixada em cada extremidade em dois suportes 𝐴 e 𝐵 . Dado que as reações dos dois suportes 𝐴 e 𝐵 são 68 kgf e 52 kgf, respectivamente, determine a distância entre o ponto de ação de seu peso e o suporte em 𝐴 .

  • A 5 3 6 3 m
  • B 9 1 0 m
  • C 3 2 m
  • D 1 1 1 0 m

Q22:

Uma tábua de madeira não uniforme 𝐴 𝐵 , tendo um comprimento de 16 m, está repousando horizontalmente em dois suportes em 𝐶 e 𝐷 tal que 𝐴 𝐶 = 3 m e 𝐵 𝐷 = 4 m . Se a distância máxima que um homem, cujo peso é 639 N pode mover-se na tábua de 𝐴 para 𝐵 sem desequilibrar a tábua é 14,2 m, e a distância máxima que o mesmo homem pode se mover de 𝐵 para 𝐴 é 14,8 m, encontre o peso 𝑤 da tábua e a distância 𝑥 entre sua linha de ação e o ponto 𝐴 .

  • A 𝑤 = 3 9 0 , 5 N , 𝑥 = 1 5 , 6 m
  • B 𝑤 = 6 9 9 , 4 N , 𝑥 = 9 , 9 9 m
  • C 𝑤 = 1 3 0 , 2 9 N , 𝑥 = 1 2 , 9 9 m
  • D 𝑤 = 2 8 4 N , 𝑥 = 7 , 0 5 m

Q23:

Um feixe de ferro uniforme que tem um peso de 56 N e um comprimento de 100 cm está em repouso horizontalmente sobre dois suportes 𝐴 e 𝐵 , em que 𝐴 está num extremo do feixe e 𝐵 está a 44 cm da outra extremidade. Determine as reações dos suportes 𝑅 e 𝑅 .

  • A 𝑅 = 5 2 , 6 4 N , 𝑅 = 3 , 3 6 N
  • B 𝑅 = 5 0 N , 𝑅 = 6 N
  • C 𝑅 = 3 , 3 6 N , 𝑅 = 5 2 , 6 4 N
  • D 𝑅 = 6 N , 𝑅 = 5 0 N

A Nagwa usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais sobre nossa Política de privacidade.