Lição de casa da aula: O Modelo Bohr do Átomo Física • 9º Ano

Nesta atividade, nós vamos praticar a calcular o raio orbital de um elétron em diferentes níveis de energia de um átomo de hidrogênio.

Questão 1

Se o elétron tivesse uma massa que era duas vezes a sua massa real, de acordo com o modelo do átomo de Bohr, por qual fator o raio de Bohr mudaria?

  • A4
  • B2
  • C14
  • D12
  • E1

Questão 2

Se um elétron em um átomo de hidrogênio está a uma distância de 1,32 nm do núcleo, em que nível de energia está? Use um valor de 5,29×10 m para o raio de Bohr.

Questão 3

Se um eletrão tinha uma carga que era duas vezes a sua carga atual, mas o protão mantivesse a mesma carga, de acordo com o modelo atómico de Bohr, por que fator mudaria o raio de Bohr?

  • A4
  • B2
  • C12
  • D1
  • E14

Questão 4

O raio de Bohr é uma constante física que é igual à distância entre o núcleo e o eletrão de um átomo de hidrogénio no estado fundamental. O seu valor é dado pela fórmula 𝑎=4𝜋𝜖𝑚𝑞. Calcule o valor do raio de Bohr. Utilize o valor de 8,85×10 F⋅m−1 para a permissividade do vazio, 1,05×10 J⋅s para a constante de Planck reuzida, 9,11×10 kg para a massa em repouso de um eletrão e 1,60×10 C para a carga de um eletrão. Apresente a resposta com 3 algarismos significativos.

  • A1,05×10 m
  • B5,26×10 m
  • C5,26×10 m
  • D2,10×10 m
  • E1,05×10 m

Questão 5

Utilize a fórmula 𝑟=4𝜋𝜖𝑛𝑚𝑞, em que 𝑟 é o raio orbital de um eletrão no nível de energia 𝑛 de um átomo de hidrogénio, 𝜖 é a permissividade do vazio, é a constante de Planck reduzida, 𝑚 é a massa do eletrão e 𝑞 é a carga do eletrão, para calcular o raio orbital de um eletrão que está no nível de energia 𝑛=4 de um átomo de hidrogénio. Utilize o valor de 8,85×10 F⋅m−1 para a permissividade do vazio, 1,05×10 J⋅s para a constante de Planck reduzida, 9,11×10 kg para a massa em repouso de um eletrão e 1,60×10 C para a carga de um eletrão. Apresente a resposta com 3 algarismos significativos.

Questão 6

No modelo atômico de Bohr, qual é a magnitude do momento angular de um elétron em um átomo de hidrogênio no estado fundamental? Use um valor de 1,05×10 J⋅s para a constante reduzida de Planck.

  • A2,10×10 J⋅s
  • B1,05×10 J⋅s
  • C6,63×10 J⋅s
  • D4,20×10 J⋅s
  • E1,67×10 J⋅s

Questão 7

Um elétron em um átomo de hidrogênio tem um momento angular de 3,15×10 J⋅s. Baseado no modelo atômico de Bohr, em que nível de energia está o elétron? Use um valor de 1,05×10 J⋅s para a constante reduzida de Planck.

Questão 8

Se o próton tivesse uma massa 1,5 vezes o seu valor real, de acordo com o modelo atômico de Bohr, por qual fator o raio de Bohr mudaria?

Questão 9

Use a fórmula 𝑟=4𝜋𝜖𝑛𝑚𝑞, onde 𝑟 é o raio orbital de um elétron no nível de energia 𝑛 de um átomo de hidrogênio, 𝜖 é a permissividade do espaço livre, é a constante reduzida de Planck, 𝑚 é a massa do elétron, e 𝑞 é a carga do elétron, para calcular o raio orbital de um elétron que está no nível de energia 𝑛=2 de um átomo de hidrogênio. Use um valor de 8,85×10 F/m para a permissividade do espaço livre, 1,05×10 J⋅s para a constante reduzida de Planck, 9,11×10 kg para a massa de repouso de um elétron, e 1,6×10 C para a carga de um elétron.

Questão 10

Se ambos o eletrão e o protão tinham cargas que eram o dobro da carga atual, de acordo com o modelo atómico de Bohr, por que fator varia o raio de Bohr?

  • A12
  • B1
  • C2
  • D4
  • E14

Esta lição inclui 3 perguntas adicionais para assinantes.

A Nagwa usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais sobre nossa Política de privacidade.