Aula: Equivalência de Dois Pares de Forças

Nesta aula, nós vamos aprender como utilizar a equivalência de dois pares de forças para resolver problemas diferentes.

vídeos Exemplo de pergunta

  • 03:24

Atividade: 8 Questões • 1 Vídeo

Q1:

𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um paralelogramo em que 𝑚 ( 𝐴 ) = 6 0 , 𝐴 𝐵 = 8 c m e a diagonal 𝐵 𝐷 é perpendicular a 𝐴 𝐵 . Se duas forças, cada uma de intensidade 7 N, atuam nos sentidos 𝐵 𝐴 e 𝐷 𝐶 , determine a intensidade das duas forças 𝐹 e 𝐹 que atua em 𝐴 e 𝐶 perpendicularmente à diagonal 𝐴 𝐶 tal que formam um par equivalente ao par de forças mencionadas anterioremente.

Q2:

𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um retângulo, onde 𝐴 𝐵 = 8 c m e 𝑚 ( 𝐴 𝐷 𝐵 ) = 1 5 . Duas forças da mesma magnitude 8 newtons estão agindo junto de 𝐴 𝐵 e 𝐶 𝐷 e outras duas forças da mesma magnitude 𝐹 forma um par que está agindo em 𝐵 e 𝐷 , onde um deles faz um ângulo de 3 0 com 𝐵 𝐶 . Determine a magnitude de 𝐹 de modo que o par formado pelas duas últimas forças é equivalente ao formado pelas duas primeiras forças.

Q3:

Como mostrado na figura, 𝐴 𝐵 𝐶 𝐷 é um quadrado de comprimento lateral 1 m. Duas forças, cada uma de magnitude 16 kgf estão agindo junto de 𝐴 𝐵 e 𝐶 𝐷 e outras duas forças, cada uma de magnitude 𝐹 estão atuando em 𝐵 e 𝐷 , onde uma delas faz um ângulo de 1 5 com 𝐵 𝐶 , e a outra faz um ângulo de 1 5 com 𝐷 𝐴 . Se o par formado pelas duas primeiras forças for equivalente ao formado pelas outras duas, determine a magnitude de 𝐹 e arredonde para duas casas decimais.

Visualizar baixar

A Nagwa usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais sobre nossa Política de privacidade.